17 de ago de 2011

#trabalhoescravo #Zara #fail



 Eu já queria comentar sobre isso à algum tempo. E já falei muitas vezes dos preços sem noção de certas coisas para se estar na moda. Minha irmã me acordou 6:30 da manhã para maquiar ela para tirar fotos da formatura no colégio. Pensa a minha alegria! hahahahahaha  Então liguei logo o pc, já estava dando a hora de eu levantar mesmo. Me deparo com #trabalhoescravo e #zara nos TT's. Acontece que um programa bem inteligente da Band passou ontem uma reportagem "flagrando" o trabalho escravo na produção de roupas. Entre essas roupas, estão peças da Zara, que pelo o que me parece, realmente são originais.

 Todas as consumistas de plantão devem saber que a dona Zara no Brasil é caríssima, comparada aos outros países. Até mesmo se você observar a etiqueta das roupas, as roupas produzidas no Brasil costumam ser mais caras que as produzidas em outros lugares. O lance da reportagem é quanto cada pessoa ganha na fabricação da calça que, no final das contas, talvez saia dali custando mais de 100 reais.

Eu não preciso escrever muito. O vídeo basta para você entender o que se passa aqui pertinho de nós, pois nessa discussão, muitas outras marcas podem entrar na conversa, já que se utilizam "mão de obra barata" da China (que aprendemos na escola) e entre outros países.  A marca é conivente com o trabalho escravo já que contrata serviços de empresas terceirizadas que adotam essa prática. 

Sei que de uma hora para outra, todos ficam revoltados com a Zara, como aconteceu com a Arezzo. Mas vale a reflexão. Também sei que vai ter gente que não vai deixar de comprar roupa em tal lugar devido a essa polêmica. Mas pensando bem, as vezes é até inacreditável as promoções da loja, já parou pra pensar? Uma calça que custava 219 reais, eu comprei por 29. Eu praticamente comprei só pelo absurdo de diferença do preço, pois eu não estava acreditando naquilo! Quando acontece isso, é só porque alguém está deixando de lucrar MUITO com a roupa.



Agora é esperar pra ver e ver a Zara se pronunciar, falando que contrata empresas terceirizadas, então não se responsabiliza. E também, parte de cada um de nós. Boicotar a Zara, nem que seja só agora durante a polêmica, já ajudaria muito madames. E o consumidor não pode ser conivente com essas situações. Na verdade, eu diria cego! Isso acontece sim e não é só com a Zara.

A Zara retirou o link da Zara do Brasil do site oficial. Vergonha! 
Ester Sabino
Ester Sabino

Gosto de muitas coisas, e cada coisa que compartilho aqui são para, na verdade, guardar coisas que me fazem bem.

9 comentários:

  1. Mas que palhaçada! Se eu já boicotava antes.... ok, boicotar não é bem a palavra. Mas eu conto a história: nunca tinha entrado numa Zara. Entrei esse ano, na época das liquidações e fiquei passada com o tamanho das roupas lá! É um absurdo! Quase fiquei presa numa camisa no provador. GG nem pensar e o G é um miserável de um M.
    Enfim, não tenho mais motivos nenhum pra entrar lá!

    Beijoca!!

    ResponderExcluir
  2. Qualquer um que conheça a real indústria têxtil sabe que esse trabalho "escravo" existe não só na ZaRA .. por isso existe um movimento mundial chamado comércio justo ,que resumindo é.. compre somente de quem paga o justo aos seus fornecedores,funcionários,etc... Agora triste foi o teatro que a ZARA armou no final da reportagem e que o pessoal do programa engoliu, ou seja a ZARA soube jogar com a mídia ,tão bem quanto joga com os consumidores de baixo QI e gosto de modinha duvidosa que compram em suas lojas.

    ResponderExcluir
  3. eu me formei em moda..
    então além de estudar e costurar, sei quanto custa pra fazer cada peça..
    uma calça jeans não passa de 30 reais COM TUDO, com tecido, ziper, ilhós, linha, costuradeira.. então image quanto qualquer marca não lucra ao vender uma calça..
    Já ao trabalho escravo é assim em todas confecções.. conheço pessoalmente algumas e sempre é salario baixo, sem pausa para alongamento, lugares bem sujos, a maioria com rato defido ao acumulo de tecidos...
    triste
    kisses

    ResponderExcluir
  4. Ridiculo, sem noção!
    Não comprava na marca, agora que não compro mesmo!


    Passa lá no Finissimas, tem um post bem bacana sobre 15 anos. Me conte o que rolou nos seus 15 anos tbm!

    bjs
    http://fashionfinissima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossa que horror.
    Visitem meu blog e participem do sorteio.
    http://moda-hoje-em-dia.blogspot.com/2011/07/sorteio.html

    ResponderExcluir
  6. Nossa essa notícia está dando o que falar mesmo né, e eu pensei exatamente na mesma coisa que vc quando vi a reportagem... se essas promoções que têm na zara são absurdas na diferença de preço, é pq o lucro é gigantesco! mas a zara não é a única nessa situação não...
    Beeijo e bom restinho de semana pra vc
    http://www.just-carol.com/

    ResponderExcluir
  7. É triste sabe que no sec. XXI ainda existe trabalho...vergonha!Mas isto acontece em varias confecções ja trabalhei em uma bem pequena aqui na minha cidade mesmo e as coisas eram bem parecidas..
    beijo, @AnaMedeiros_
    http://mariapano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Que ridículo isso, nossa isso é horrível,é total exploração,e é mt sujeira no local de trabalho, horrível mesmo! Marcas assim merecem falir '¬¬ ,e o pior é as pessoas, parecem tão inocentes, nossa :s

    http://dezahoffmannmoda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. O pior é saber que a Zara não é a única a fazer isso. Pior ainda é o fato das pessoas esquecerem tudo daqui há dois, três dias.. Assim como o que aconteceu com a Arezzo...
    Beijos

    www.taradaspormoda.com

    ResponderExcluir

Comente nesse post! Não se preocupe, visito todos os blogs que deixarem o link aqui :)