9 de mai de 2013

Hoje eu mandei um cara abaixar o som do celular


Engraçado que hoje eu resolvi voltar pra casa escultando música no celular, raridade, já que ouvir música com fone me incomoda muito. Só que o carinha (carinha mesmo, não chega nem ao meu ombro, cambita fina e braço grosso!), com o belo cabelinho cheio de gel e sobrancelha mais bem feita que a minha, achava que estava abalando com aquele RAP altíssimo. Quando eu digo altíssimo, me refiro ao ultimo volume. Não, o problema não é a música, que fosse a música mais agradável do mundo. Só Deus e minha irmã sabe o meu sonho oculto de ser cantora de RAP. Mas acontece que ficar 50 minutos em pé esperando o ônibus na rodoviária não deixa ninguém de bom humor. Logo, eu virei, dei uma cutucada no ombro dele e disse: "por favor, você pode abaixar o som?".

Óooooobvio que ele olhou pra mim com cara de poucos amigos. Eu apenas dei um sorrizinho de lado e virei. Nessa hora, quase fui coroada miss pela sociedade passageira do ônibus da linha 394. QUASE. Geral olhou pra mim, até um tanto espantados pois eu estava quieta, com fone e simplesmente virei e pedi para ele desligar aquela bosta. 

Claro que a história não acabou: o carinha deu umas olhadas pra mim e disse "tá bom agora?". CÍNICO,feio,bobão.  Ele tinha abaixado o mínimo, mas aumentou quando viu que eu estava de fone. Só respondi que não, mas dei de ombros. Uma garota da frente olhou pra mim e deu uma risada. Três paradas depois eu descia e lá seguia os pobres passageiros na presença daquele marrentinho meia boca. 

PS: quando eu levantei pra sair, ele abaixou o volume. Acho que ficou com medo da minha altura! hehe

E esse é mais um relato do meu fado fajuto por ser dependente do transporte público brasiliense. 
Ester Sabino
Ester Sabino

Gosto de muitas coisas, e cada coisa que compartilho aqui são para, na verdade, guardar coisas que me fazem bem.

3 comentários:

  1. O sistema de transporte público aqui é precário mesmo... Além de os ônibus estarem sucateados e poluindo tudo. Fico desesperada quando vejo a cor da fumaça do escape!

    Adorei sua iniciativa. Onde começa o direito de um termina o do outro!

    Bjos Ester =*

    ResponderExcluir
  2. Uhuuuuuuuuuuuuu amei seu ato.
    Quantas vezes eu tive vontade de fazer isso e não tive coragem (e medo também, pois o povo aqui de Sampa é meio agressivo auahuahaua)
    Se eu estivesse no mesmo ônibus que você, teria minha aprovação.

    bjOos

    ResponderExcluir

Comente nesse post! Não se preocupe, visito todos os blogs que deixarem o link aqui :)