26 de set de 2013

O que vi no CFW 2.0



Como falei no post passado, o CFW foi um evento a mais para geração de negócios: tinha pouco daquele glamour estilosos que esperamos dessas semanas de moda, mas ainda sim o evento continua sendo interessantíssimo.

Acho que o CFW podia ainda ser mais público. Já que o glamour e importância não podem ser equiparado aos das semanas outono/inverno primavera/verão, que utilizem todo o potencial que o evento pode ter. Umas das minhas sugestões, por exemplo, é a aproximação do público com tudo que foi exposto lá no evento. Não é questão de popularizar (vulgarizar, talvez?) o design/moda da capital, mas de ensinar as pessoas a agregarem valor nisso que é produzido aqui em Brasília (e na moda e design, em geral).

O CFW Business também poderia ser uma ótima oportunidade de fomentar a moda que há dentro das faculdades. Pra quem não sabe, no meu curso, Desenho Industrial, há pessoas talentosíssimas que não enxergam muitas oportunidades por aqui por não estar no eixo Iesb design de moda. Aqui tem um laboratório incrível de jóias e um com muito potencial de moda. Os projetos maravilindos da galera encerram-se na apresentação final da disciplina. 

:)




Ester Sabino
Ester Sabino

Gosto de muitas coisas, e cada coisa que compartilho aqui são para, na verdade, guardar coisas que me fazem bem.

Um comentário:

Comente nesse post! Não se preocupe, visito todos os blogs que deixarem o link aqui :)